Um tema no mínimo instigante: a MENTIRA!

Você sabia que uma pessoa normal contra cerca de 3 mentiras durante 10 minutos de conversa? E que o bom mentiroso sabe mentir e encarar o interlocutor sem pestanejar?

Hoje vamos dar pistas utilizadas pelas polícias, setores de inteligência, como FBI e a Cia para descobrir mentirosos.
Quem nos ensina a reconhecer mentirosos é o Dr. Paul Ekman que se especializou em desvendar as expressões humanas universais.
Hoje vamos analisá-las sob o ponto de vista do mentiroso… ATENÇÃO SPOILER – A partir daqui quem não quiser saber se o marido ou esposa, namorado ou namorada mente pra você, não continue a ler…

ASPECTOS 1 Conheça  alterações do corpo que apontam em tempo real a reconhecer informações relevantes para a descoberta da verdade.
A Emotional Business Academy  identifica os 6 aspectos mais relevantes que “materializam” a mentira:

Compressão dos lábios. Quando comprimimos os lábios existe geralmente algo negativo associado.
Muitas vezes vemos isto em depoimentos ou testemunhos.

Ventilação. Quando observamos alguém a “ventilar” quer seja durante uma pergunta ou em resposta à mesma, é um bom indicador de desconforto psicológico.

Toques no pescoço. Tocar no pescoço, especialmente na zona jugular (covinha do pescoço), um pacificador que usamos quando estamos ansiosos, nervosos ou com medo. Os homens mascaram este comportamento ajeitando a gravata ou o colarinho da camisa.

Negação Frontal. É o ato de nos afastarmos de algo que nos deixa desconfortáveis, pode ser muito discreto – aquilo a que chamamos de “afastamento”, virando-nos gradualmente à medida que um encontro passa a ser menos agradável. Usamo-lo muitas vezes depois de nos ter sido feita uma pergunta difícil, desagradável ou à qual queiramos fugir, pode também revestir a figura de barreiras criadas com as pernas ou braços.

Bloqueio dos olhos.  Tocamos nos olhos quando algo que ouvimos ou vemos nos incomoda.
Podemos observar estes gestos muitas vezes em reuniões, conversas quando alguém discorda de algo que é dito ou quando nos é dito algo que é intencionalmente impreciso ou falso.
Apresentado pela mesma fonte acima, um estudo mostra que mesmo crianças cegas, cobrem os olhos quando ouvem coisas que eles não gostam.

Ocultar os polegares. Em reuniões fique atento às mãos das outras pessoas, se os polegares ficarem escondidos ou as mãos na sua totalidade, isso pode ser um forte indício de insegurança ou desconforto.
Baixar os polegares ou mesmo escondê-los comunica insegurança ou falta de compromisso, este comportamento indica-nos a existência de um problema, se por um lado podemos estar a enfatizar confiança num tema, por outro o nosso corpo está a dizer o contrário.