O processo de aprendizagem de adultos é diferente ao dos mais jovens. Adultos aprendem o que valorizam, como aplicabilidade, autonomia, experiências prévias, interatividade, clima de segurança, respeito e reflexão. As bases teóricas fazem todo sentido, porém, determinados comportamentos impedem o processo e prejudicam a absorção do conhecimento – Seja, por exemplo, durante um treinamento no trabalho, uma aula online, uma apresentação, palestra ou congresso.

Saiba agora são os 5 inimigos da aprendizagem:

 

#1 ORGULHO

Uma vez que o individuo se considera superior ou suficientemente apto para algo, ele se fecha para novos aprendizados e melhorias em seu trabalho. Pessoas com essa atitude, não se esforçam pra aprender algo novo e até acham que já sabem demais para ouvir o que o outro tem a ensinar. Em uma equipe, esse tipo de postura não incentiva a colaboração, e sim a competição e o afastamento.

Frases que profissionais orgulhosos costumam usar:

“Estou a anos nessa área e não há nada que eu não saiba”

“O que uma pessoa com menos tempo de profissão que eu, poderia me ensinar?”

“Conheço bem essa área e treinamentos são inúteis pra mim”

 

#2 VERGONHA

Diferentemente da timidez, que está relacionada a personalidade de alguém, a vergonha é um comportamento que inibe a participação e a colaboração da pessoa em determinadas situações, ou seja, o medo de errar não deixa espaço para que a pessoa aprenda com esses erros. Pessoas com essa característica costumam não admitir quando tem dificuldade para fazer alguma coisa, ou que precisam de ajuda, e isso é um fator de risco para o aprendizado dela mesma.

Frases que profissionais envergonhados costumam usar:

“Já sei bem como fazer isso, não preciso de ajuda”

“Prefiro não me dar ao trabalho de tentar, deixa isso para quem começou agora”

 

#3 PREGUIÇA

Considerada um dos piores pecados capitais, e não é a toa, a preguiça demonstra falta de disposição e causa impactos negativos também no processo de aprendizagem de muitos adultos. Essa postura prejudica o individuo em suas ações, impedindo a retenção do conhecimento. A preguiça pode ser causada por muitos fatores, entre eles estão o desinteresse, a desmotivação e o cansaço.

Frases que profissionais preguiçosos costumam usar:

“Preciso mesmo participar deste treinamento?”

“Estou sem tempo de planejar e, por isso, não trouxe nada pronto”

 

#4 FALTA DE PACIÊNCIA

Aprender coisas novas requer tempo e paciência, e geralmente adultos preferem o imediatismo.  Durante o processo de aprendizagem há etapas a serem seguidas para que a absorção do conteúdo aconteça de forma efetiva. Por mais contraditório que pareça, pessoas impacientes tendem a aprender mais devagar porque frequentemente são tomados pelo sentimento de ansiedade ou irritabilidade. “A pressa é inimiga da perfeição”, lembre-se disso.

Frases que profissionais impacientes costumam usar:

“Já entendi tudo. Podemos avançar”

“Já sei tudo isso. Podemos acabar logo?”

“Como estou com pressa, verei esse conteúdo sozinho em outro momento”

 

#5 INFLEXIBILIDADE

Ser inflexível significa criar uma espécie de bloqueio a tudo que é novo ou diferente do que é acostumado. Não se importando com o quão interessante ou envolvente algo possa parecer pra ele, costumam serem pessoas céticas e, por isso, não são impactadas. Isso porque só aprende aquele que está disposto a processar informações externas e a mudar, e mudanças são um problema para pessoas inflexíveis.

Frases que profissionais inflexíveis costumam usar:

“Sempre fizemos desta forma e nunca tivemos problemas”

“Eu sou assim e vou morrer assim”

“Prefiro continuar fazendo do meu jeito”

 

Os Inimigos da Aprendizagem rondam os ambientes corporativos a todo o momento. É necessário estar atento para identificá-los e afastá-los e, assim, colher resultados mais eficazes em treinamentos, aulas e encontros profissionais. Lembre-se: aprender é sempre uma (grande) oportunidade.